o motivo

Meu primeiro post!!

Desde pequena, sempre tive a mania de querer deixar tudo mais bonito! Desde um brinquedo que podia ficar mais jeitoso com uma fitinha, adesivo ou um toque de cor, até dando dicas para as amigas de como arrumarem o cabelo, a se maquiarem… Eu acho que a beleza (e não quero dizer uma beleza estética, uma beleza perfeita, longe disso!) é um respiro para o nosso olhar e para o nosso coração. Tornar algo mais belo é um gesto de carinho. É alguém que dedicou tempo, atenção e energia para “mimar” os seus olhos e os de todos ao seu redor.
Pegar um objeto feinho e transformá-lo é trazer vida para uma coisa esquecida, é dar voz a ele, como se dissesse:
– “Ei, olha eu aqui, novo de novo e sorrindo pra você!” E a gente, do lado de cá, sorri de volta, mesmo que por dentro J.
E, enquanto eu vivia esses 27 anos de vida tentando deixá-la mais bonita, eis que eu descubro o mundo dos blogs de decoração! Tudo começou em 2009, quando eu amadurecia a idéia de ter o meu próprio cantinho. Mas a idéia era mais um sonho do que qualquer coisa, pois a grana era curta e a conta desse sonho não fechava! Em abril desse ano, uma aguardada promoção no trabalho fez a conta fechar. A ficha caiu: vou ter um cafofo para chamar de meu! Tudo bem: alugado, 1 quarto e sala, mas é meu! Foi então que comecei a pesquisar sobre dicas de decoração e acabei encontrando esse universo de blogs. Quase caí pra trás ao constatar: essas mulheres são como eu! Colocam atenção, carinho e tempo para deixarem a vida mais bonita! Só que, nesse caso, através das nossas casinhas, do nosso lar. E eu acho que só quando a gente tem a nossa própria casinha que a gente entende o que é isso! Eu me encontrei com a faca e o queijo na mão: o orçamento apertado, o desejo de deixar a minha casa com a minha cara e um mundo de idéias e referências à minha disposição na web!
Aos poucos, minha listinha de blogs favoritos foi crescendo, crescendo (não é uma delícia essa mania blogueira de dar crédito às boas idéias dos outros blogs?) e, em pouco mais de 1 mês, essas blogueiras eram minhas companheiras, minhas professoras, meu exemplo! Assim como eu, trabalham o dia todo, saem cedo de casa, chegam tarde. Algumas têm filhos, cachorro, papagaio, periquito! E mesmo assim me ensinaram que, com amor, dedicação e paciência, as coisas acontecem!
– Aprendi que o nosso lar não está à venda num catálogo de decoração e que ele é, sim, um espelho seu. Com sua historia, seus gostos, sua personalidade.
– Aprendi que dinheiro é bom, sim! Mas é elemento secundário na construção desse lar.
– Aprendi que não há motivos para ansiedade de comprar tudo em um lugar só! Que uma casa pronta pode levar meses e até anos! Aliás, aprendi a desmistificar o termo “casa pronta”. Quando a sua casa estará finalmente pronta? Nunca! Pois a sua casa, como você, está sempre passando por mudanças. Então não há espaço para a angústia de ver que ainda faltam coisas a serem feitas.
E foi por causa dessas blogueiras que eu venho admirando em silêncio por tantos meses que eu resolvi criar esse blog! Para dividir com todos o meu aprendizado e quem sabe, “mimar” outros olhos com as belezuras da vida que eu encontro pelo caminho.
Em especial, agradeço à Vivianne Pontes, pelos encantos diários e constantes, minha principal inspiração e meu primeiríssimo contato com o mundo dos blogs de decoração. Mesmo sem ainda ter um cafofo, já tinha o pôster “KEEP CALM E CARRY ON” impresso e guardado para o dia em que eu tivesse a minha casinha. Foi ela a responsável por incorporar em mim o filtro “trabalhinho da escola”. Tudo o que eu faço, pinto, crio ou reformo eu penso: isso tá bom?? Ou tá com cara de trabalhinho de escola?
Obrigada a todas as minhas blogueiras inspiradoras. Aos poucos, todas acabarão sendo citadas aqui, pois não tem como mostrar algo que eu fiz sem lembrar das minhas inspirações.
As mãozinhas já estão nervosas para mostrar. Vou parar por aqui. Por enquanto. J