garimpos no lixo

O primeiro a gente nunca esquece…

Atenção! Essas imagens que vocês verão abaixo são o último grito da moda de decoração sustentável: aproveitar caixotes de feira como prateleiras, banquetas, mesinhas. Brincadeiras à parte, essa alternativa já tem sido usada e divulgada pela blogosfera afora há temposss. Até coloquei alguns exemplos legais aqui para vocês terem uma idéia, ó:

Mas o que vocês vão ver agora é inédito, pois foi feito por mim! Depois de tanto encontrar idéias de caixas de feira reformadas e usadas de forma criativa na decoração, resolvi encarar esse projeto como o meu “Rito de inciação” no mundo craft. Juntei a fome com a vontade de comer: não tinha mesinha lateral para a sala, nao tinha dinheiro e uma caixa de feira é… humm.. digamos… DE GRAÇA!
Então lá fui eu fazer o olhinho do gatinho do Shrek para pedir uma caixa dessas na feira. E não é que foi fácil? Complicado foi conseguir uma em bom estado… no fim da feira!
* Aprendizado do post *  – Se seu objetivo for catar qualquer coisa de graça na feira e em bom estado, chegue cedo!
Foi nesse projeto que eu descobri minha obsessão pelas tintas em spray, que renderão um post especial em breve! Ô praticidade, meu pai…
Como eu tenho uma coleção de livros muito antigos que eu adoro, resolvi colocá-los dentro da caixa e protegê-los com um tampo de vidro. Meu primeiro projeto ficou assim ó:
Fiquei muito feliz e orgulhosa com o resultado! Mas depois de 2 dias, o filtro “Trabalhinho de escola” começou a me buzinar: Thalita, OK você ficar orgulhosa, afinal deu um trabalhinho e tal… Mas… não rolou, tá? Comecei a achar que a tinta estava com cara de lavada, que tava tudo pobrinho demais, que a mesinha estava muito baixa, atarracada no chão… Resumindo: encrenquei com a coitada da mesinha.
Resolvi então partir para a fase 2 do projetinho e pensar o que podia ser melhorado! Mais 2 mãos de tinta, pés de rodinha para aumentar a altura e dar mais mobilidade e um quadrinho (um quadrinho não, “O” quadrinho!) que está morando provisoriamente aqui até seu lugar definitivo seja decidido.
Guaraná e pastel domingo à noite. Ainda nao contei, porque é muita coisa pra contar né?? Mas eu adoro um fogão também…
E aqui, pra vocês verem no detalhe as minhas preciosidades, que são meus livros antigos. Tem Machado de Assis 1a edição aí, viu?