faça você mesmo

Pra vitaminar (pintando eletrodomésticos)

De todas as promessas que a gente sempre faz pra si mesma e nunca cumpre, tomar vitamina todo dia de manhã é, no meu caso, a mais difícil. De longe.


Fruta? Sempre tem. Leite? Também. Fibras e outras especiarias podem ser providenciadas a gosto da freguesa. Mas o problema é que o danado do liquidificador nunca tá à mão quando eu preciso dele. Tá sempre lá no alto do armário, guardado, com seu fio enroladinho em sua órbita e coisa e tal. Ou seja: na correria do dia-a-dia, vai-se a vitamina e ficam o pastel de forno com mate diet e limão.

Ahh… chega! Não quero, não topo, não posso mais. Já percebi que, para que uma rotina vitaminada se instaure em minha vida, preciso ter o liquidificador na minha cara. Porque tem vezes que eu sou feito homem, sabe? Preciso ter o objeto ali, na minha frente, pra saber que ele existe. Se está fora do meu campo de visual, está fora da minha vida.

Mas se for pra ter mais uma tranqueira sobre a pia, que seja algo que enfeite também! O Carlão já ensinou a dar uma graça num ventilador, lembra? Agora, quem ganhou um toque de cor foi o meu provedor de vitaminas (ou projeto de):

Esse é o dito cujo. Honesto, né? Mas dá pra melhorar, e muito! E a tinta em spray ta aí pra isso! O plano era desmontar toda a peça, separando as partes que deveriam receber a tinta das partes que não deveriam ser pintadas. No meio da desmontagem, percebi que as peças eram soldadas, impossíveis de separar sem fazer nenhum estrago. Fuéin… missão abortada. Plano 2: remontar o liquidificador (rezar pra funcionar) e partir para o isolamento com fita crepe.

Já ciente do meu alto poder fazer besteira, usei 3 camadas de fita crepe para proteger as partes que não deveriam ser pintadas: o painel com botões e a base cinza. Com a ajuda de um estilete, aparei as bordas da fita para garantir um visual bem acabado.

Peça protegida e pronta pra pintura. A tinta em spray usada foi específica para plásticos e seca em 3 minutos. Ô delícia! A primeira mão ficou assim, ó, bem laranja, mas com algumas falhas ainda.

Mesmo sendo bastante cuidadosa com a proteção de fita crepe, a tinta fugiu um pouco para a parte que eu não queria. Pra resolver, bastou retirar o excesso com removedor de tinta e um cotonete.

Sacou a lindeza? A base, que já era cinza, foi mantida para contrastar com o laranjão. As partes que sofrem muito atrito (como a parte interna da tampa) ficaram livres da tinta! Assim, diminuímos o risco da pintura descascar com facilidade. Somente a 2a mão é que vai garantir uma cobertura uniforme! Depois de 3 minutos, estava tudo seco. Mas para evitar desastres, esperei bonitinha por meia hora antes de meter meus dedos nervosos.

Eis a belezura pronta, agora, bem na minha cara todos os dias! Já usei, já passei pano úmido, já lavei e a pintura continua lá, firme e forte!

Não sei se a rotina da vitamina conseguirá ser cumprida, mas que o próprio liquidificador ficou muito mais vitaminado, ah, ficou!