casa de cueca colunistas

Spray em tecido pode? Pode, sim senhor.

Tem Cueca na área! Não entendeu nada? Entenda aqui!

______________________________________________


Por Carlão
Eu sabia que essa historia de falar de tinta em spray ia render bastante e aí surgiram várias perguntas dos leitores: se a brincadeira rolava em plástico, em tecido, no olho do coleguinha…

Bom, no plástico a Thalita mostrou que vai que é uma beleza. Então, olhando pra última foto, no post do ventilador, eu vi aquelas almofadas ali dando mole, meio coadjuvantes no cantinho… 

Não pensei duas vezes. Se estragar não vai me levar à falência, certo?  
Vamos fazer o que sua mãe jamais deixaria você fazer na casa dela:
Spray na almofada : )  

Tirei o miolo das duas, botei a capa no canto obscuro da pintura e… pintar o quê? Peguei uns stencils de trabalhos antigos, uns sprays que eu já tinha aqui também e larguei a tinta na almofada, sem muita frescura pra não perder a graça.

A espera pra secar é um pouco menor, mas ainda assim… espere uma meia hora! Depois de secar, ainda passei uma camada de spray fixador mas, sinceramente, não sei se faz muita diferença. 

Virei as capas do avesso e joguei na maquina de lavar. A tinta deu uma esmaecida muito de leve e a textura da tinta ficou bem tranquila. Eu gostei bastante do resultado final e, como não é uma camisa que você lava várias vezes, acho que não vai sair tão fácil e só vai ficar mais style com o tempo.

Resultado: Não fui à falência, ganhei 2 almofadas novas e foi derrubado o mito do spray em almofada.

De brinde, vai o arquivo do stencil que usei no fundo da almofada de caveira. Basta clicar imagem abaixo que ela abre maior em outra janela para você fazer o download. 
Aí, você imprime numa folha, recorta com um estilete as áreas em cinza e… manda bala!