oficina Sem categoria

Plano B

A ideia era fazer uma lojinha… produzir alguns projetinhos e vendê-los! Mas a vida, que sempre esteve corrida, não deu brecha para essa produção. O trabalho tá puxado – pra quem não sabe, além do blog e do Decora, sim, existe um trabalho “normal”, daqueles de todo dia, de 10 às 19h :). Mistura isso tudo com um período de quase 3 anos sem férias. Cansaço, correria, cansaço, alegria. 
E por quê eu tô contando isso? Pra falar que esse eventinho feliz que aconteceu ontem e que encheu meu coração de felicidade surgiu, na verdade, a partir de um Plano B. Quando faltava 1 semana pro evento e caiu a ficha de que não havia NA-DA produzido pensei: “não dá, vou cancelar”. Mas a minha confirmação já tinha sido feita pros organizadores. Feio demais dar pra trás em cima da hora, né? E aí, como faz? Pensa… pensa…. taí! “Não vende, não sai por aí produzindo feito uma louca, ensina a fazer, oras!”.
“Nesse sábado de sol, não quero estresse, não quero trabalheira. Quero me divertir. Não vou fazer uma feira, vou fazer uma farra.” E assim foi o meu Plano B. 🙂
Depois de 1 ano e meio de blog e 1 temporada de Decora, a cômoda de materiais aqui de casa transbordava de tintas, pinceis e papéis que sobraram e só aguardavam sua vez de serem usados. Soma isso tudo com os cortes de tecidos lindos que a La Estampa e a Panólatras enviaram de presente pra mim e eu ainda não havia utilizado. Ficava aqui dobrando e desdobrando os meus retalhos, só pensando o que fazer com eles. Meio freak essa coisa de dobrar e desdobrar retalhos, enfim, humm, adoro.
Na sexta, enquanto eu passei o dia no trabalho, o Lê (o que seria de mim sem ele?) aproveitou a folga e saiu para comprar os ingredientes pros brigadeiros, imprimir os cartões e buscar o enchimento das almofadas. No sábado de manhã, demos uma fugida no Saara pra comprar o que faltava e pronto! Partimos pro evento. 
O resultado? Um sábado delicinha, cheio de carinho e diversão. Saí de alma lavada e coração cheio. Obrigada a todos que compareceram, a companhia de cada um foi maravilhosa.

Tecidos lindinhos do Panólatras. “Vou ensinar a fazer, mas não vou ensinar a criar”. Recado dado, cada um foi escolher a sua combinação de cores favorita.

Meu pai ajudou até a botar os brigadeiros pra circular.

Algumas sortudas têm aquele tipo de namorado que vai junto pra feirinha fazer artesanato num sábado de sol, sabe? Tem uns que até participam. Nós merecemos homens assim, vai. 

Pra pintar com tinta em spray, a saída é ir pro cantinho pra não sufocar e tingir os coleguinhas.

A “turma”orgulhosa, mostrando a cria. “Não quero ver nenhum igual ao outro, hein”. Sou braba, vai vendo…

A etiquetinha da vitória rs.

A turma das almofadas pulou o nível 1, 2 e 3 do módulo e partiu pro módulo Ninja-Marta-Stewart: aplicar as bolinhas nas laterais da almofada. 

Um erro de digitação me fez adotar uma nova palavra: se me permite, essas ficaram almofOdas. rs

Estampa florida maravilhosa da La Estampa. 🙂

Almofadas lindas e as artistas orgulhosas. 

Vai ter Santo Antônio de casa nova nesse domingo, é o que tô achando… 🙂
E assim foi o nosso encontrinho que, pra mim, vai ficar na memória e no coração. Eu só tenho a agradecer pelo carinho e dedicação de todos que compareceram com um sorriso no rosto e uma energia de contagiar. Essa troca não teve preço. 
O Album completo tá lá na nossa página do Facebook (Já curte? Vem por aqui.)
♥ COM GOSTINHO DE QUERO MAIS ♥