ambientes pisca-pisca

Estava por aí…

Sim. Eles. O vício. A saga. O retorno… O pisca. Ai gente, posso pelo menos ter a chance de me explicar? Pois bem. Esse eu não fiz. Não movi uma gota de cola quente palha sequer para fazer uma belezura dessas… mas o que eu posso fazer se eles cruzam meu caminho e, literalmente, piscam pra mim? Piscou levou. Sou dessas, me deixa. É que eles estavam por aí, e eu também… aí já viu… ❤

Estava eu no Saara nas minhas andanças procurando flores de mentira para um projeto, pra cima e pra baixo, na correria de sempre. Foi então que, lá no fundo de uma lojinha repleta de verde, me deparo com esses piscas já prontinhos, com boa fiação, boa tomada (até interruptor tinha) e embalados arrumadinhos numa caixa transparente. E não para por aí. Eram dezenas de modelos e combinações de cores pra escolher… Depois de muita indecisão e de dilema além da compreensão da chinesinha no balcão, acabei elegendo esse branquinho, pois nunca tive um tão chique e minimalista na coleção rs. O preço? Não é barato… R$70. Mas posso falar? Não é papo de viciado não… achei barato. É bem acabado toda vida, e, claro, não deu trabalho nenhum. Em minha defesa, fui racional e não liquidei as finanças no vício levando vários pra casa. “Escolhe um, Thalita. Um”. Afff, momentos aflitos que espero um dia apagar da memória.

E eu já estava saciada feliz com a minha nova aquisição e curtindo esse amor quando assim… de surpresa, pã. Mais um. Mas ó, esse eu ganhei de presente do Luiz, um amigo querido e leitor do blog, na última vez que nos encontramos! O danado, que tem 13 anos, vive explorando o Saara e descobriu a tal da lojinha por conta própria. Também se deparou com os piscas e, pra minha emoção, lembrou da pessoa aqui e do seu vício amor pelas luzinhas. Ah vá… presente é presente, não conta como recaída, vai. 

Para quem se encantou, aí acima tá o endereço. Mas veja se tenha a consideração de não zerar o estoque, hein? Já tô ciente de que não pode entrar mais um pisca nessa casa (esse ano?). Mas deito a cabeça tranquila no travesseiro sabendo que eles estão lá dormindinho na loja se um dia eu precisar deles rs.