É engraçado como a vida dá voltas… quando eu trabalhava em empresa, por 4 anos, fui profissional de marketing e cuidava do VM da Oi. “VM”? Pois é: Visual Merchanding. Ou como eu gosto de definir: a tradução de uma marca, de uma identidade num determinado espaço. 
Ao longo desses anos de muita pesquisa, protótipos e reuniões com fornecedores, acabei adquirindo um conhecimento sobre formas, materiais, acabamentos, design, matéria prima, mobiliário… E eu, que sempre gostei de projetinhos e mão na massa, claro, adorava o que fazia! Foram anos muito ricos de aprendizado e muito felizes. Muita coisa do que eu sei hoje do mundo de bricolagem e “faça você mesmo” eu devo à essa experiência de trabalho.
Mas o tempo passou, comecei a sentir a necessidade de fechar portas, abrir outras e fui buscando novos desafios, novas oportunidades. Foi então que mudei. E quando leonino muda, leonino muda meeesmo. Mudei de emprego, terminei um namoro, mudei de casa, e resolvi criar um blog. E hoje, apesar de não trabalhar mais em empresa, não vivo do blog diretamente, o que eu acho muito especial.
Ter criado esse blog me abriu muitas portas e possibilidades e uma delas foi cogitar fazer, agora por conta própria, aquele trabalho de VM que eu tanto gostava! Depois de quase 5 anos de blog e tanto me dedicar à pesquisa de inspirações, soluções criativas e decoração, voltar a fazer visual merchandising foi um caminho de volta natural.
Hoje, decoro vitrines, lojas, restaurantes, eventos, quiosques, feirinhas, barraquinhas… ou seja: qualquer espaço comercial que precise de uma novidade. 
Eu decoro a casa das pessoas? Não. Optei por não seguir esse caminho. Não sou designer de interiores e não pretendo ser. Sou jornalista, produtora de conteúdo, publicitária. Meu barato é fazer VOCÊ transformar as coisas na sua casa. É o tal do “vai lá e faz” que eu consigo despertar em alguém de vez em quando. Receber pagamento em dinheiro pra fazer por você o que VOCÊ deveria estar fazendo vai de encontro com a filosofia do blog. Sei lá.
Mas o VM é diferente… me encanta por ser mais livre, mais artesanal, mais exagerado, mais lúdico, mais efêmero. É o meu lado publicitária brincando com o meu lado artesã. E quem disse que o VM não pode te ajudar a te inspirar na sua casa? Cenário é cenário. Casa é casa. Saber pincelar um pouco dos dois mundos pode ser uma mistura divertida, deliciosa. 🙂
Bom, é isso. Tem gente que me pergunta se eu “vivo do blog” e eu respondo com prazer que sim, mas de uma maneira mais especial do que monetizando, loteando esse espaço virtual. Vivo do blog e dos projetos que ele me proporciona, como as oficinas que eu tanto amo, produção de conteúdo de decoração para clientes e o VM. 
Dito isso tudo, eu tô aqui mesmo é pra dividir o último projeto do Casa de Colorir de VM, que foi montar uma espaço de brincar para os pequenos lá no Rio Design Leblon. Uma grande loja de brinquedos fechou e seu espaço ficou lá, vazio e sem uso. O desafio? Montar um espaço de brincar com verba reduzida e em 4 dias. 4 dias??? Gente, eu sei que parece pouco. Mas em “shopping years” é uma eternidade. Imagina 4 dias de shopping abrindo e fechando com uma loja vazia? Pois é. O nosso time? 3 meninas porreta + 2 reforços também pra lá de porreta. 
Essa foto da esquerda foi o dia 1, dia em que eu entrei para conhecer o espaço, pegar o briefing, medir, tirar foto, blá blá blá. A foto da direita já era o dia 2. A cliente adesivou por conta própria todo o espaço com esse vinil azul-claro, colocou esses móveis e deixou o espaço mais habitável. Ou seja: teríamos que trabalhar a partir daí. Mas… ó dó… Tá bom isso não, gente. Precisa de charme, de luz, de calor…
Dois dias de trabalhos insanos, 1 noite virada e… 48h depois o shopping amanheceu assim….
Essa é a visão geral do espaço de brincar. A ideia era tentar reproduzir um quartinho infantil, divertido e aconchegante.
Nas laterais do painel central, varal para pendurar os desenhos. No teto, gaiolas coloridas viram arranjos de plantas.
Para deixar os fios dos pendentes mais divertidos, trançamos o fio com uma corda colorida. 
Não tinha como deixar uma tenda de fora, não é mesmo? Qual criança não ama uma tenda? E muitas almofadas para se jogar no chão, ler ou brincar.
Mesona baixa de pallets para as crianças brincarem com jogos de tabuleiro e outros brinquedos. Aqueles pontinhos azuis nos painéis são baldinhos com giz de cera para desenhar.
Elástico para prender os brinquedos na parede. Macramê de cordas para manter as bolas organizadas e penduradas do teto.
Notou os bonecos lindos feitos de sucata que estão por todo o espaço? São verdadeiras obras de arte do Getúlio Damado, artista de uma simplicidade e pureza ímpar. Seu bondinho-ateliê fica em Santa Teresa, aqui no Rio, e vale muito a visita. A ideia é despertar a curiosidade das crianças sobre questões como reaproveitamento, descarte, criatividade e da arte que pode surgir desse processo. 

Um salve para o Getúlio. Um salve para a pureza. De nossas crianças e de sua arte.

Yes, nós fazemos VM! Sua empresa / marca está precisando de um tempero na decor aí do espaço? Nos envie um e-mail! Será um prazer conversar e, quem sabe, fechar uma proposta. É [email protected]
Tá se coçando para saber como faz o diacho da tenda aí que eu sei… Se vai ter passo a passo? É claro que vai! Mas só no próximo post, pois esse aqui já ficou de bom tamanho, né? 
Se bem que… acho que eu não ouvi… Você quer o passo a passo? QUER?
Hum? Tá baixo. 🙂

  • Violeta Bidart Braga Fernandes

    Queroooo!!!! 🙂 🙂 claaaaaro que quero!!

  • Juliana Krieger de Oliveira

    Pessoas como você são sempre inspiradoras. Tô numa fase de decisões difíceis e mudança de carreira, quero me dedicar àquilo que amo: o mundo crafter e da decoração. Caminho aos poucos, devagar e sempre, mais determinada que nunca… e todo depoimento, como o seu, me dão um sacode e me fazem esquecer um pouco do medo e seguir feliz. É sempre bom te te acompanhar. Obrigada!

  • Natália Freitas

    Passo a passo da tendaaaaa! 🙂
    Parabens pelo trabalho, Talita! Ficou lindo!

  • Nana Moura

    Nossa!! Ficou tão lindo. Parabéns pelo talento e pelo esforço, incrível mesmo. Os detalhes… nossa!

  • Mayra Mugnaini

    Ficou lindo! O único detalhe que reparei foi em relação à mesa de palets, caso ela tenha sido pensada para desenhar, sem um tampo de vidro não vai funcionar muito bem.

  • Mais um lindo trabalho, Thalita! Dá sim para se inspirar em cenários como este e criar coisas bacanas para nossas casas! Parabéns!!

  • Elaine Gomes Ribas

    Também confesso q pensei a mesma coisa. Quem sabe um tampo de madeirite? Ficaria 10!

  • Juliana Mérida

    Siiiiiim. Mostra como! Quero fazer em casa e chamar os amigos pra dormir aqui!

  • Elisa

    Thalita, que legal descobrir sua vocação e fazer o que ama! Também sou publicitária e artesã e estou tentando seguir um caminho que misture essas duas coisas. To quase chegando lá! 🙂 Amo seu trabalho e vejo muito como inspiração… Amei este "VM" que vc fez para a criançada. Super criativo, lúdico e totalmente fora do clichê! Essa é a diferença!

  • Raquel Sant’Anna

    Thalita, sempre nos inspira seja na hora de contar a história dela ou de fazer um projetinho, ohh mulher porreta!!! ah eu quero PAP da tenda! 🙂 bjss

  • Fabiana Alcanfor

    Tb pensei nisso

Continue por aqui